Miguel Oliveira: “É chato perder a vitória na corrida assim”

Miguel Oliveira
Miguel Oliveira

Miguel Oliveira terminou este domingo o GP da Áustria na 2ª posição após ter liderado toda a corrida.

Foi uma corrida quase perfeita do piloto de Almada, de 23 anos, que partiu do segundo lugar da grelha de partida, mas assumiu logo no arranque a liderança da prova com a ultrapassagem ao rival italiano Francesco Bagnaia. Era o primeiro sinal do enorme duelo que ambos iriam travar no circuito austríaco de Spielberg.

Miguel Oliveira conseguiu ainda ganhar uma vantagem de mais de um segundo, mas com o passar das voltas foi perdendo aderência dos seus pneus e a confiança no trem dianteiro, o que permitiu que o seu rival mais direto se aproximasse para levar a luta pela vitória até à última curva.

Quando faltavam três voltas para o final, a luta foi bastante intensa entre Bagnaia e Oliveira e na última curva da corrida, uma manobra mais arriscada permitiu ao italiano vencer a corrida.

 “É chato perder assim. Desde o início que sabia que perdia um pouco no 3.º setor e que o Bagnaia era mais forte nessa zona da pista. Na última volta tentei fechar a trajetória, mas não deu. Ataquei na última curva, mas com a roda traseira no ar foi difícil parar a moto. Dei o que tinha, estou feliz por mim e pela equipa, e por tudo estar funcionar bem. Na próxima corrida voltarei a lutar pela vitória”, afirmou Miguel Oliveira no final do GP da Áustria.

Com este triunfo, Bagnaia ‘roubou’ a liderança do Mundial de Moto2 a Miguel Oliveira, passando a somar 189 pontos, mais três do que o piloto português (186). O Mundial de Moto2 regressa daqui a duas semanas, com o Grande Prémio da Grã-Bretanha, no circuito de Silverstone, a 26 de agosto.

A próxima corrida, a 12ª ronda de Moto2, realiza-se a 26 de agosto, no circuito de Silverstone, Grã Bretanha.

VEJA TAMBÉM:

Comentários

Veja mais