Ecclestone explica por que nunca visitou Schumacher

O antigo patrão da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, confessou nunca ter visitado Michael Schumacher desde o grave acidente de esqui que atirou o anitgo piloto de Fórmula 1 para uma cama.

“Quero recordar Schumacher como ele era e não como está agora”, explicou o veterano empresário, de 86 anos, que continua mais ativo que nunca.

“Estou mais ocupado agora do que quando estava a trabalhar. Montes de coisas, os problemas dos outros, tudo o que possa imaginar. Como as pessoas sabem que já não estou a fazer o que fazia, contactam-me mais”, afirmou ao Grand Prix 247.

Sobre o estado de saúde de “Schumi”, tudo continua envolto em mistério e secretismo. Tanto a família como a equipa médica mantêm-se em silêncio. A representante da família, Sabine Kehm, disse apenas que é um assunto privado e pediu que os admiradores de Schumacher ajudassem a causa apresentada por Corinna.

“Só assim poderemos transformar um evento trágico, que afeta toda a família Schumacher, em algo positivo”, explicou.

Veja ainda:
«F1 precisa de heróis como Schumacher»
Schumacher perde patrocínios
«Schumacher? Não há notícias e isso não é bom»

Partilhar

Comentários

Comments are closed.