«Há coisas muito melhores na Williams do que na Mercedes»

Paddy Lowe assegura que não há fórmulas mágicas para o sucesso. O diretor técnico da Mercedes nos últimos três anos garante que o fundamental é trabalhar bem o que se tem de bom e, no regresso à Williams já encontrou coisas muito melhores» do que na sua anterior equipa.

«A primeira fase é tomar conhecimento da equipa e perceber como posso ser uma mais-valia», contou Lowe ao «Motorsport.com» esclarecendo que «o desafio é como fazer o melhor com o que se tem disponível para atingir os melhores resultados».

O novo diretor (e administrador) da Williams garante que, nesse aspeto, não há diferenças entre as equipas: «O processo é o mesmo e sem dúvida que há coisas aqui na Williams que são muito melhores do que já há na Mercedes.»

«Eu tenho de ver quais são os pontos fortes e quais são os fracos e depois construir em cima daqueles», aponta Lowe sem fórmula que explique um sucesso espelhado nos tempos mais recentes nos últimos três campeonatos ganhos com a sua ex-equipa.

«Nos últimos anos perguntaram-me muitas vezes Qual é o segredo?. Mas seria muito desapropriado alguém pensar que pode chegar a uma equipa e de repente descobrir alguma espécie de milagres ou bala de prata», assumiu.

F1 de volta: os horários do GP da Austrália

Partilhar

Comentários

Comments are closed.