Veja e compare: as diferenças entre o Williams de 2017 e o de 2016

Veja as FOTOS e confira as diferenças entre o FW40 e o FW38.

A Williams abriu as “hostilidades” da temporada de 2017, com a revelação do FW40, o primeiro de uma nova era de monolugares de Fórmula 1, mais rápidos e mais espetaculares.

As imagens são ainda em computador e não mostram todos os detalhes aerodinâmicos (o segredo é a alma do negócio), mas já é possível ver os detalhes que fazem a diferença para os F1 de 2016.

É possível ver que o FW40 tem um ar mais dinâmico que o FW38 de 2016, pela maior largura do monolugar e da asa traseira, bem como pela posição mais baixa e larga da asa traseira.

Os pneus são também mais largos, para recuperar o estilo de outros tempos da Fórmula 1, e aumentar a aderência. Os dianteiros passam dos anteriores 24.5 cm para os 30 cm, os traseiros passam de 32.5 cm para 40 cm. Espera-se com isso o ganho de uma média de três segundos por volta.

VÍDEO: o primeiro pit-stop com os pneus de F1 para 2017

Por outro lado, para desilusão de muitos o “nariz” continua idêntico, mas a asa frontal tem um desenho mais “arredondado”. Entre as diferenças mais evidentes destaca-se ainda o trabalho no capot-motor, que deixa de terminar em formato pontiagudo.

Por cima do motor deste salta à vista a “barbatana de tubarão”, inspirada nos carros de Le Mans, que poderá ser de maiores dimensões de equipa para equipas e de circuito para circuito.

Partilhar

Comentários

Comments are closed.