Rali de Portugal: quem vai ganhar?

  • Redação Autoportal
Sébastien Ogier (Lusa)
Sébastien Ogier (Lusa)

A luta pela vitória na 52ª edição do Rali de Portugal promete ser muito apertada, mas o pentacampeão, Sébastien Ogier, é o principal favorito a eclipsar o célebre finlandês Markku Alen como recordista de vitórias (5) em território português e reforçar a sua liderança no Mundial de Pilotos.

Ogier chega à sexta ronda do Mundial de Ralis, com três vitórias já alcançadas, Monte Carlo, México e Corsega. Contudo é bom lembrar que os últimos três anos conhecemos três vencedores diferentes no Rali de Portugal. Jari-Matti Latvala em 2015. Kriss Meeke em 2016 e Sébastian Ogier em 2017.

Mas a verdade é que o francês da Ford é o mais sério candidato à vitória e nem o fato de arrancar na frente do rali no primeiro dia, por ser o líder do Mundial, o vai impedir de ser o mais sério candidato à vitória.

Mas a marca do oval azul não conta apenas com a estrela francesa e os seus colegas Elfyn Evans e Teemu Suninen também ambicionam a obtenção de bons resultados.

A Hyundai lidera o Campeonato de Construtores, com 15 pontos de vantagem sobre à M-Sport Ford, com a Toyota em terceiro lugar e a Citroen já a grande distância, em quarto.

O belga da Hyundai, Thierry Neuville é, talvez, o melhor colocado para conquistar este ano o título de pilotos. À partida da prova portuguesa tem uma desvantagem de 10 pontos face a Ogier e, tal como os seus colegas Andreas Mikkelsen e Dani Sordo estão conscientes da importância de somar o maior número pontos no final do Rali de Portugal.

Já Hayden Paddon regressa à equipa da Hyundai para guiar o quarto i20 WRC, depois das recentes ausências no México, Córsega e Argentina. Para além disso substitui Dani Sordo como terceiro piloto designado para somar pontos. O neozelandês chega ao rali de Portugal animado pela vitória alcançada recentemente, no seu país, o Ralis de Otago

Na Toyota o homem do momento é o estónio Ott Tanak. O jovem piloto da equipa de Tommi Makinen, que venceu em 1997 e 2001, do Rali de Portugal, é um trunfo a ter em conta depois da vitória na Argentina e dos segundos lugares em Monte Carlo e na Córsega o que lhe permite ocupar o terceiro lugar do campeonato.

Ao lado de Tanak vai estar, Jari-Matti Latvala - vencedor em 2015 do Rali de Portugal e Esapekka Lappi.

Recorde-se que a última vitória da Toyota no rali de Portugal aconteceu em 2012 com Didier Auriol ao volante do Toyota Corolla WRC

Já a Citroen surge no Rali de Portugal com um novo alinhamento de pilotos. Assim Sébastien Loeb deixa a equipa, depois de duas participações consecutivas, México e Córsega, e regressa Kris Meeke, vencedor de 2016, e que conta esta temporada com um quarto lugar em Monto Carlo e um terceiro no México.

Craig Breen e o norueguês Mads Ostberg, vencedor do rali em 2012., são os outros dois pilotos da Citroen na prova portuguesa.

O Rali de Portugal arranca esta quinta-feira com a partida na cidade de Guimarães, junto ao castelo, com a classificativa de abertura a ter lugar a pista de Lousada, pelas 19h03.

Classificação do Mundial de pilotos após cinco provas:

1. Sébastien Ogier, Fra (Ford Fiesta), 100 pontos

2. Thierry Neuville, Bel (Hyundai i20), 90

3. Ott Tanak, Est (Toyota Yaris), 72

4. Andreas Mikkelsen (Hyundai i20), 54

5. Dani Sordo, Esp (Hyundai i20), 45

6. Kris Meeke, GB (Citroen C3), 43

7. Esapekka Lappi, Fin (Toyota Yaris), 40

8. Jari-Matti Latvala, Fin (Toyota Yaris), 31

9. Elfyn Evans, GB (Ford Fiesta RS), 26

10. Craig Breen, Irl (Citroen C3), 20

Construtores/Equipas:

1. Hyundai, 144

2. M-Sport (Ford), 129

3. Toyota, 124

4. Citroen, 93

VEJA TAMBÉM:

Comentários

Veja mais