Rali de Portugal: piloto tinha lingerie espalhada pelo Hyundai WRC

São vários os pilotos que têm superstições e Dani Sordo não foge à regra. A do espanhol da Hyundai é utilizar sempre a mesma roupa interior, o que já faz há imensos anos no Mundial de Ralis.

“Ponho sempre a mesma roupa interior durante os vários dias de cada rali”, atirou Sordo, apressando-se depois a esclarecer: “Mas lavo-a todos os dias”, garante o espanhol durante a conferência de imprensa realizada esta quinta-feira Exponor.

“Na Argentina, por exemplo, lavei e de manhã ainda estava molhada, mas levei na mesma para o carro”, continuou.

A superstição passou despercebida até ao último Rali da Argentina, quando acordou e viu que a roupa ainda estava molhada. A solução foi colocá-las a secar dentro do Hyundai i20 WRC. Só que se esqueceu delas lá e a equipa encontrou as cuecas, meias, etc, no interior do carro e estranhou. Ligaram ao piloto e ficaram a saber a razão de haver cuecas espalhadas pelo carro.

É fácil imaginar que a insóluta situação seria motivo de partida por parte dos mecânicos da equipa Hyundai. E foi o que aconteceu esta manhã na Exponor. “Hoje de manhã, quando cheguei ao carro, havia roupa interior por todo o lado (ndr: 20 peças de lingerie), mas feminina”, revelou.

“Não sei onde é que compraram aquilo, mas de certeza que esgotaram o stock da Vitoria Secret cá da zona”, brincou. “Tenho essa superstição e por isso uso sempre a mesma roupa interior. Mas lavo todos os dias, o que o Marc (Marti, ndr, navegador) agradece”, atirou.

Certo é que foi precisamente Dani Sordo quem venceu o shakedown realizado esta manhã. As superstições talvez façam algum sentido.

Partilhar

Comentários

Comments are closed.