Moto2 2019: Fenati é despedido pela segunda vez no mesmo dia

  • Redação Autoportal
Romano Fenati (Reuters)
Romano Fenati (Reuters)

A manhã desta segunda-feira ficou marcada pelo despedimento de Romano Fenati da equipa Marinelli Snipers na sequência do incidente protagonizado pelo piloto italiano (com o seu compatriota Stefano Manzi) no GP de São Marino de Moto2 deste fim de semana.

À tarde, já depois de ter pedido publicamente desculpas, Fenati foi despedido pela segunda vez no mesmo dia com a MV Agusta Reparto Corse Forward Racing Team a anunciar a não aceitará tê-lo como seu piloto em 2019.

A oficialização foi feita perlo presidente da MV Agusta, Giovanni Castiglioni, o presidente da marca italiana que estrá de regresso aos mundiais de motociclismo.

“Em todos os meus anos a ver desporto nunca vi um comportamento tão perigoso como este. Um piloto que pode agir assim nunca poderá representar os valores da nossa companhia e da nossa marca. Por esta razão, não queremos que ele seja o piloto com que a MV Agusta faz o seu regresso ao campeonato do mundo.”

Na oficialização do despedimento de Fenati em relação á época 2019 noticiada pelo «MotoGP.com», Giovanni Cuzari, o dono da Forward Racing (atual equipa de Manzi neste ano), confirmou pela sua parte o que foi assumido pela MV Agusta.

“Depois do lamentável episódio entre Romano Fenati e Stefano Manzi, é impossível para a equipa manter a sua planeada colaboração com o piloto de Ascoli para a época 2019. O comportamento de Fenati é incompatível com os valores desportivos da Forward Racing Team e da MV Agusta. Por esta razão, embora lamentemos, somos forçados a cancelar o nosso projeto com Fenati. O nosso desporto já é extremamente perigoso e qualquer ato que aumente os riscos envolvidos para os pilotos é intolerável. Nós não podemos aceitar comportamentos deste tipo de um dos nossos futuros pilotos.”

VEJA TAMBÉM:

Moto2: Romano Fenati mostra atitude irresponsável em Misano

Moto2: Romano Fenati foi suspenso por duas corridas

Moto2: Fenati foi desclassificado, suspenso e agora despedido

Fenati pede desculpa a todos: “Não fui um homem”

Comentários

Veja mais