GP da China: incidente com roda de Vandoorne dá multa à McLaren

  • Redação Autoportal
Stoffel Vandoorne - McLaren (Reuters)
Stoffel Vandoorne - McLaren (Reuters)

A FIA manteve a coerência e aplicou à McLaren uma multa de 5 mil euros a Stoffel Vandoorne pelo incidente com a roda mal apertada no Treinos Livres 2 desta sexta-feira para o GP da China de Fórmula 1.

Os regulamentos preveem também penalizações na grelha, mas as punições têm ficado pelo pagamento de multas quando já se registaram cinco incidentes do género ao terceiro fim de semana do calendário.

Vandoorne estava já na segunda metade dos TL2 saindo para a pista com a roda direita de trás mal apertada e, pouco depois, deu conta da falha e “parou o carro de forma segura”.

O comunicado da FIA citado pela «Sky» acentua a constância das decisões que têm sido tomadas com um incidente que tem sido comum.

“Em consistência com decisões anteriores de natureza semelhante, os comissários decidiram que a penalização na grelha no artigo supra [28.12(b)] não seria aplicada porque o piloto tomou todas as ações apropriadas na primeira oportunidade que teve. Nesse sentido, s comissários multaram a equipa em 5.000 euros.”

O incidente com a roda do McLaren do piloto belga sucedeu à roda mal apertada no Ferrari de Kimi Raikkonen no GP do Bahrain – cuja multa foi de 50 mil euros pelo isnsegurança que resultou na fratura da perna de um mecânico – já depois de ter acontecido o mesmo com o finalndês nos Treinos Livres (5.000 euros) e aos idênticos dois incidentes com os Haas no GP da Austrália (5.000 euros de por cada carro).

Comentários

Veja mais