Miguel Campos vence em Trás-os Montes o Rali Nordeste Transmontano

Peugeot Total vence o Rali Nordeste Transmontano pelas mãos de Miguel Campos/Carlos Magalhães ao volante do 206 S1600. Um Rali que marca o regresso da Peugeot às vitórias e que deixa a equipa em posição de lutar pelo título nacional.

Apesar de ter sido um rali bastante difícil, não apenas pelas condições atmosféricas mas também pelas características dos troços, Miguel Campos conseguiu a sua 14ª vitória no Nacional enquanto a Peugeot regista o 38º ceptro.

No final, a dupla Miguel Campos/Carlos Magalhães não escondia a felicidade por esta vitória: “Estou muito feliz por este resultado e dedico-o a toda a equipa Peugeot Total. Eles merecem este momento de felicidade por todo o empenho que têm demonstrado mesmo em ocasiões mais complicadas”, começou por referir o piloto famalicense. “Foi um rali bastante duro: durante a manhã, as más condições atmosféricas e à tarde a exigência na concentração em troços bastante rápidos onde a mínima distracção poderia deitar tudo a perder. Dê-mos o nosso melhor para estarmos em posição de ir para a última prova do Campeonato na luta pelo título. É nisso que estamos empenhados neste momento”, referiu Miguel Campos que dá assim à Peugeot mais uma vitória na Classe S1600.

Bruno Magalhães, fez uma recuperação notável tendo conseguido garantir o terceiro lugar à geral e o segundo nos S1600, depois de algumas dificuldades: “É um resultado muito positivo. Cumprimos os objectivos da equipa e para nós é o mais importante. O carro esteve sempre óptimo e isso foi fundamental para este resultado. Tivemos alguns períodos difíceis com o mau tempo mas conseguimos recuperar durante a tarde. Somámos pontos preciosos para a Peugeot no Campeonato S1600 e agora resta o Algarve, onde espero mais uma vez cumprir os objectivos da equipa para mim”, mencionou o jovem piloto lisboeta.

Carlos Barros, Director Técnico e Desportivo da Peugeot Total: “Este é um sentimento muito bom. Não só por regressarmos às vitórias à geral, mas também para podermos dedicar este resultado a toda a equipa que sempre deu o seu melhor para garantir aos nossos dois pilotos um carro fiável e competitivo. Tanto o Miguel como o Bruno fizeram um rali excepcional, alcançaram as metas que pretendíamos e isso é muito positivo. O resultado de hoje deixa em aberto várias Campeonatos por decidir e nós esperamos no Algarve resolvê-los a nosso favor”, referiu, não deixando de salientar que todos na Peugeot Total: “estão de Parabéns, assim como todos os patrocinadores que sempre acreditaram no Projecto e nos nossos pilotos”, concluiu.

Os dois líderes da tabela da Nacional, não tiveram a sorte pelo seu lado neste prova desistindo. Armindo Aráujo não passou da primeira etapa depois de problemas com a caixa de velocidades.

Classificação Final do Rali Nordeste Transmontano:

1º Miguel Campos/Carlos Magalhães (Peugeot S1600) 1h11m26,4s

2º José Pedro Fontes/Fernando Prata (Renault S1600), a 02,3s

3º Bruno Magalhães/Paulo Grave (Peugeot S1600), a 1m31,5s

Classificação no Campeonato de Pilotos:

1º Fernando Peres ¿ 33 pontos

2º Armindo Araújo ¿ 31 pontos

3º Miguel Campos ¿ 29 pontos

4º José Pedro Fontes ¿ 27 pontos

5º Ricardo Teodósio ¿ 22

6ºs Bruno Magalhães e Adruzilo Lopes ¿19 pontos

Classificação no Campeonato de Pilotos S1600:

1º José Pedro Fontes ¿ 46 pontos

2º Miguel Campos ¿ 40 pontos

3ºs Adruzilo Lopes e Pedro Matos Chaves ¿ 32 pontos

5º Bruno Magalhães ¿ 30 pontos

Classificação no Campeonato de Marcas:

1º Mitsubishi ¿ 86

2º Renault ¿ 53

3º Peugeot – 46

Classificação no Campeonato de Marcas S1600:

1º Renault ¿ 88

2º Peugeot ¿ 77

3º Citroen ¿ 49

4º Volkswagen – 25

Partilhar

Comentários

Comments are closed.