Porsche do «Inferno ao céu» nas 24h de Le Mans

De último (57º) para a vitória nas 24 Horas de Le Mans. Quem diria que o Porsche 919 número 2 viria a ganhar a edição deste ano depois de ter perdido mais de uma hora em reparações nas primeiras horas da corrida.

Mas venceu, contra todas as expetativas, aproveitando a hecatombe da Toyota e o azar do Porsche 919 número 1 que liderou durante as primeiras horas da madrugada, ultrapassando o Oreca # 38 da Jackie Chan DC Racing, que liderou a corrida e os LMP2, quando faltava uma hora para o final.

O 919 número 2 de Timo Bernhard, Earl Bamber e Brendon Hartley cruzou a linha de meta com uma vantagem de uma volta sobre o Oreca número 38, que venceu na categoria LMP2. É a terceira vitória consecutiva e a 19ª da Porsche nas 24 Horas de Le Mans.

O único Toyota sobrevivente, o número 8, terminou no nono lugar da geral, a 9 voltas do vencedor.

No LMP2, como se disse, o Oreca # 38 da Jackie Chan DC Racing, com Ho-Pin Tung, Thomas Laurent e Oliver Jarvis, venceu, deixando os mais diretos adversários, Nelson Piquet Jr, David Henmeier Hanson e Mathias Beche, a mais de três voltas.

Filipe Albuquerque terminou em quinto com o Ligier # 32 da United Autosports que dividiu com Will Owen e Hugo de Sadeleer.

Nos GTE Pro, a vitória decidiu-se na penúltima volta quando um furo tirou o Corvette C7 R # 63 de Jan Magnussen, Antonio Garcia e Jordan Taylor da liderança e ofereceu a vitória ao Aston Martin # 97 de Jonathan Adam, Darren Turner e Daniel Serra.

O furo acabou por relegar o Corvette para o terceiro posto, atrás do Ford GT # 67 de Harry Tincknell, Andy Priaulx e Pipo Derani.

Em GTE Am, três Ferrari 488 nos três primeiros lugares. O melhor foi o número 84 de Dries Vanthoor, Will Stevens e Robert Simth, na frente do Ferrari 488 da JMW Motorsport de Marco Cioci, Aaron Scott e Duncan Camero, e do Ferrari 488 # 55 da Spirit of Race, e por Cooper McNeil, William Sweedler e Towsend Bell no Ferrari 488 # 62 da Scuderia Corsa.

Pedro Lamy teve de contentar-se com o oitavo lugar no Aston Martin # 98 que dividiu com Mathias Lauda e Paul Dalla Lana, enquanto Álvaro Parente foi 11º no Ferrari 488# 60 da Clearwater que partilhou com Richard Wee e Hiroki Katoh.

Confira AQUI a classificação final.

Partilhar

Comentários

Comments are closed.