BMW e Mercedes admitem «cortar» alguns modelos

Alguns modelos da Mercedes-Benz e BMW estão em risco, depois dos dois emblemas admitirem que têm demasiados modelos nas suas gamas.

Em declarações à “Car and Driver”, os responsáveis de ambas as marcas admitem descontinuar alguns coupés e cabrios, apesar de terem alguns modelos de nicho atualmente em desenvolvimento.

Ian Robertson, o diretor de vendas do emblema de Munique, confirmou o alargamento da gama “X”, com a chegada do X2 e do X7. Contudo, “alguns tipos de carroçaria serão retirados da gama no futuro”.

Na calha estão ainda modelos como o roadster Z5, que será feito em conjunto com o Toyota Supra, uma versão “aberta” do i8, assim como substitutos para o Série 6 Coupé e Cabrio.

BMW Série 4 Gran Coupé e Série 2 Grand Tourer com futuro em risco

Quanto à marca de Estugarda, Dieter Zetsche, o patrão da Daimler, afirmou que “modelos específicos, como coupés e cabrio, são sempre modelos de nicho. A expansão para a China e para outros mercados emergentes abrem oportunidades enormes para as berlinas”.

Neste momento, a marca da estrela está a ultimar os detalhes para o lançamento de uma berlina AMG GT, uma nova geração do CLS e do Classe G.

Partilhar

Comentários

Comments are closed.