Choque de gerações (na segurança): Corolla 1998 vs. Corolla 2015 (vídeo)

O grau de segurança dos veículos é um tema que não só faz parte da realidade dos dias de hoje como já é um elemento essencial das exigências dos consumidores e, claro, dos fabricantes.

E, também, das entidades atentas à segurança rodoviária.

Foi que a ANCAP mostrou agora num vídeo muito pedagógico. O organismo de segurança rodoviária na Austrália e na Nova Zelàndia promoveu um choque frontal entre dois Toyota Corolla: um de 1998 e outro de 2015.

O Corolla de 1998 chegou ao mercado em questão ainda sem airbag, por exemplo. E quanto à estrutura do carro… Na altura, recebeu zero estrelas quanto à segurança obtendo apenas 0,4 em 16 pontos possíveis.

Já a geração de 2015 do Corolla foi brindada com 12,93 pontos nos 16 possíveis. Este choque de gerações foi experimentado de forma frontal a 64 km/h e não é fácil de concluir quem levou a melhor.

O carro de 1998 sofreu danos estruturas consideráveis sem que a frente conseguisse absorver o impacto. O boneco, no interior, sofre também as consequências de um habitáculo que ficou assim praticamente destruído na estrutura e no interior.

A responsável da ANCAP chega a concluir que seria o condutor não deveria sobreviver ao impacto com consequências para a cabeça, tórax e pernas. Já o Corolla de 2015 fez o seu trabalho absorvendo a maior parte do impacto na frente do carro e preservando o habitáculo e o seu ocupante.

A outra conclusão é simples: a segurança evoluiu, já não é um luxo e, por isso, deve-se comprar o carro mais seguro que se puder, se possível com uma classificação de cinco estrelas.

Partilhar

Comentários

Comments are closed.