Superdesportivo chinês mais caro que LaFerrari

A NextEV, uma nova marca de origem capital chinês, já está a aceitar encomendas para o muito aguardado NIO EP9. O superdesportivo, anunciado como o carro elétrico mais rápido do mundo, vai custar algo como 1,5 milhões de euros.

O valor ultrapassa o do LaFerrari, que no lançamento custava algo como 1,3 milhões, antes de impostos. O primeiro modelo híbrido da Ferrari tem 963cv e apenas 500 unidades produzidas.

Já o Nio EP9 terá uma produção limitada a seis unidades e traz o rótulo de recordista em Nürburgring Nordschleife. O supercarro cumpriu os 20,8 km do “Inferno Verde” em 7min5,12 segundos, tempo registado a 12 de outubro. Além disso, deu uma volta a Paul Ricard em 1min52,78seg (2m40seg mais rápido) a 4 de novembro.

O EP9 conta com um conjunto de quatro motores elétricos, cada um com a sua embraiagem, desenvolvido com o auxílio da equipa de Fórmula E com o mesmo nome. Com tração integral, debita 1 MegaWatt de potência, o que equivale a 1360 cv.

Os quatro motores são alimentados por duas baterias de iões de lítio arrefecidas indiretamente a água. É capaz de acelerar de 0 a 200 km/h em 7,1 segundos e de alcançar uma velocidade máxima de 313 km/h.

A NextEV diz que o supercarro é capaz de 2.53G laterais em curva e de 3.3G longitudinais em travagem. Tem 427 km de autonomia e carrega as baterias em 45 minutos.

Posteriormente, a NextEV prevê lançar um modelo elétrico generalista.

Partilhar

Comentários

Comments are closed.