Citroën comemora 50 anos do Méhari com edição especial

  • Redação Autoportal
VÍDEO: Citroën E-Méhari

O Citroën Méhari completa em 2018, 50 anos de idade e a marca francesa decidiu comemorar a data com a produção de um E-Méhari especial. Para isso desafiou o artista Jean-Charles de Castelbajac a criar a imagem do novo Méhari.

Nascido em maio de 1968, o Citroën Méhari tornou-se num símbolo de liberdade para os jovens franceses devido à sua simplicidade e versatilidade e continua a ser um claro símbolo da cultura pop ao estilo francês bem como da da audácia da indústria automóvel francesa.

Dotado de uma carroçaria em plástico colorido o Méhari não ultrapassava os 525 kg de peso e o fato de poder ser lavado à mangueira, por dentro rapidamente fez deste Citroën a escolha dos jovens para as zonas de praia.

A popularidade do Citroën Méhari foi tal que o modelo acabaria mesmo por se tornar num fenómeno da sociedade ao longo dos anos, graças, por exemplo, a uma carreira cinematográfica, estreada na série “Le Gendarme de Saint-Tropez”, com Louis de Funès como protagonista, sendo a sua presença visível também em diferentes rali-raids, incluindo o Liège-Dakar-Liège de 1969, o Paris-Kaboul-Paris de 1970 ou ainda o Paris-Dakar de 1980.

O Citroën Méhari foi produzido ao longo de 19 anos, em cerca de 145.000 exemplares, até 1987.

Agora e 50 anos depois do seu lançamento Jean-Charles Castelbajac torna o popular modelo da Citroën num carro de arte, E-MEHARI que desperta mentes criativas e declara suas duas razões para viver: arte e moda.

A CRONOLOGIA MÉHARI

- 11 de Maio de 1968: lançamento do Méhari no Campo de Golfe de Deauville.

- Outubro de 1968: estreia pública no Salão Automóvel de Paris, Porte de Versailles.

- 1969: participação do Méhari em diferentes rali-raids, incluindo o Liège-Dakar-Liège.

- Fevereiro de 1972: desvendadas as versões militares e policiais do Méhari.

- Verão de 1978: estreia no cinema, na saga de filmes “Les Gendarmes”, com Louis de Funès como protagonista.

- Maio 1979: nascimento da versão 4x4, que parte à conquista do Rali Paris-Dakar.

- 1980: 10 veículos Méhari faziam parte da assistência do Paris-Dakar.

- Abril de 1981: o exército homologou o modelo Citroën Méhari 4x4 como um veículo militar ligeiro todo o terreno.

- 1983: surge a série limitada “Azur” (700 exemplares), bem como a série “Plage”, destinada aos mercados da Península Ibérica.

- 1987: termina a produção do Méhari, depois de 19 anos de existência e cerca de 145.000 exemplares vendidos.

- Final de 2015: quase 30 anos depois, a Citroën desvenda o E-MEHARI, digno herdeiro 100% elétrico do Méhari de 1968.

- Setembro de 2017: lançamento da edição limitada (61 exemplares) do Citroën E-MEHARI “Styled by Courrèges”, homenagem ao ano de criação desta Maison de Couture francesa (1961).

- Janeiro de 2018: a Citroën lança o novo E-MEHARI, proposta que beneficia de evoluções técnicas, um novo design de interiores e uma versão HARD TOP, permitindo transformar o único descapotável elétrico de 4 lugares numa berlina, que pode ser desfrutado durante todo o ano.

- Maio de 2018: 50 anos após o surgimento do Méhari, a Citroën apresenta o “Art Car” E-MEHARI, uma obra de arte única, colorida e otimista, nascida da criatividade de Jean-Charles de Castelbajac.

 

Citroën Méhari 50 anos

Comentários

Veja mais